Entenda o uso dos suplementos vitamínicos para os vegetarianos

Entenda o uso dos suplementos vitamínicos para os vegetarianos

Atualizado: Jun 30

Uma das maiores dúvidas de quem inicia uma dieta com restrição de alimentos animais, seja total, seja parcial, é se a nutrição será completa ou se haverá carência de nutrientes. Afinal, quais são os suplementos vitamínicos para vegetarianos?

Independentemente de ser por questões de saúde, de sustentabilidade, de compaixão pelos animais ou em razão de todos esses elementos juntos, a verdade é que o vegetarianismo ganha cada vez mais adeptos conforme o passar dos anos. Sendo assim, muito se fala no cardápio, mas as informações essenciais sobre a questão nutricional ainda são muito confusas para quem está iniciando.

Pensando nisso, trouxemos este post para esclarecer as questões que cercam o uso de suplementos vitamínicos para vegetarianos. Essa também é sua dúvida? Então, continue a leitura e entenda mais sobre o assunto.

Há carência de nutrientes na dieta vegetariana?

Muita gente ainda acha que a carne é essencial à vida, como se, no reino vegetal, não houvesse opções suficientes para nutrir o corpo humano. No entanto, legumes, frutas, cereais, leguminosas, raízes, tubérculos, hortaliças e oleaginosas dão conta de oferecer nutrientes e saúde.

A maior preocupação de quem ainda não está inteirado sobre o assunto é em relação às proteínas, ao ferro e ao cálcio. Isso porque as fontes mais conhecidas desses nutrientes estão nos alimentos de origem animal, como as carnes e o leite.

Contudo, conseguimos encontrar essas substâncias facilmente em vegetais. Portanto, não há com o que se preocupar. Aliás, há sim: a deficiência de vitamina B12. Esse nutriente não é produzido pelo organismo e nem encontrado nos alimentos vegetais.

Saiba que, embora apareça mais em vegetarianos, até mesmo os não vegetarianos sofrem com a carência dessa vitamina. Isso significa que não é exatamente um problema específico da dieta vegetariana, mas, sim, da falta de acompanhamento nutricional.

Qual é a importância do acompanhamento nutricional no cardápio vegetariano?

Ter um cardápio elaborado por um nutricionista é importante para todos. Somente esse profissional é capaz de montar um plano alimentar personalizado, de acordo com as suas necessidades nutricionais, os gostos e a rotina, além de promover a reeducação alimentar.

Nas dietas vegetarianas, o nutricionista é quem fará as melhores combinações para que não falte nenhum nutriente. Ele incluirá as quantidades ideais de proteínas vegetais, de vitaminas e de minerais de que o seu corpo precisa.

Outra função do nutricionista é abrir o leque de opções dos diversos alimentos vegetais que podem ser incluídos em cada tipo de dieta vegetariana. É comum as pessoas que estão iniciando no vegetarianismo focarem as restrições e esquecerem-se de olhar para as permissões.

Por exemplo: não se pode comer carne, ovos, leite e derivados, mas é possível consumir tofu, tempeh, leguminosas, arroz e feijão, leite de amêndoas, de coco ou de qualquer outro vegetal. Sendo assim, o profissional se torna indispensável para quem quer um cardápio variado e saudável, que promove disposição e bem-estar.

Quais os riscos de seguir uma alimentação vegetariana sem o acompanhamento do nutricionista?

Uma dieta vegetariana bem-feita é sinônimo de mais saúde e mais qualidade de vida. Uma alimentação à base de vegetais tem uma digestão mais facilitada e é rica em vitaminas e minerais, o que é fundamental para o bom funcionamento do organismo.

Fora isso, a falta do consumo de gorduras animais, ou a baixa no caso dos ovolactovegetarianos, favorece a saúde cardiovascular. No entanto, se o cardápio não for bem elaborado, alguns riscos podem aparecer. Assim como em uma dieta não vegetariana, excluir alimentos sem o acompanhamento do nutricionista pode ser prejudicial.

De nada adianta seguir um dieta baseada em vegetais, se ela for pobre em variedades saudáveis e ricas em alimentos ultraprocessados, gorduras hidrogenadas e óleos refinados. Um prato de arroz, feijão, macarrão e batata frita ainda é vegetariano, porém não é saudável e nem equilibrado, concorda?

O resultado de uma dieta vegetariana feita sem acompanhamento nutricional é composto da carência de nutrientes e do alto consumo de alimentos que não fazem bem ao organismo. Por isso, antes de adotar um novo plano alimentar, pesquise em fontes confiáveis, como o Dr. Eric Slywitch (nutrólogo), e consulte um nutricionista, de preferência especialista em alimentação vegetariana.

Blogueiros, influencers e youtubers que não têm formação nas áreas de Nutrição ou Nutrologia não são pessoas aptas a falar sobre qualquer tipo de alimentação. O que funciona com elas pode não dar certo para você pelo simples fato de que cada organismo é único e tem suas necessidades particulares.

Quais são os suplementos vitamínicos para vegetarianos?

Como falamos, a maioria dos nutrientes que têm como fontes principais os alimentos de origem animal pode ser encontrada em vegetais e em suas combinações. O ferro e o cálcio, por exemplo, estão nos vegetais verde-escuros, assim como as proteínas, que estão nas leguminosas e nos cereais.

A vitamina D está presente no leite, em queijos e em peixes gordos, mas também pode ser obtida pela exposição ao sol por alguns minutos por dia. Ômega-3, vitamina B2, iodo e zinco são mais alguns exemplos de nutrientes que são encontrados tanto no reino animal quanto no vegetal.

Dessa maneira, um cardápio vegetariano bem elaborado é capaz de suprir as necessidades nutricionais do organismo. A menos que os níveis de alguns nutrientes estejam tão baixos que o nutricionista verifique a necessidade de prescrever algum suplemento.

Lembra-se da vitamina B12? Aquela que só está nas carnes, no leite, nos queijos e nos ovos? Então, ela, sim, gera a necessidade de suplementação em uma alimentação vegetariana estrita, pois não há substituto alimentar vegetal para ela. Os ovolactovegetarianos ainda podem contar com ela na alimentação, mas os vegetarianos estritos e os veganos devem recorrer aos suplementos.

A vitamina B12 é sintetizada em laboratório, portanto, não tem qualquer relação com animais, podendo ser consumida tranquilamente por vegetarianos. Apenas se deve ficar atento ao veículo das cápsulas, que pode ser feito de gelatina. Há também a opção da B12 injetável.

Agora, basta correr até a farmácia, comprar o suplemento de vitamina B12 e tomar, certo? Errado! Não é por aí que funciona. É preciso consultar o médico ou um nutricionista e fazer um exame para saber qual é a taxa de B12 no seu organismo. A partir daí, o profissional analisará a necessidade de suplementação e a prescreverá, caso detecte a carência.

Como dissemos, uma dieta vegetariana bem elaborada não causa deficiência de vitaminas e minerais. Por outro lado, excluir os alimentos de origem animal e não adequar o cardápio pode oferecer alguns riscos à saúde. Portanto, o acompanhamento nutricional é fundamental, inclusive para verificar a necessidade de suplementos vitamínicos para vegetarianos.

Pensando em qualidade de vida e bem-estar, você conhece a naturopatia? Aproveite que está por aqui e entenda mais sobre o assunto.

0 visualização

Bálsamo Spa Natural

(61) 3033-3397 ou (61) 99654-6881

SMLN Trecho 7 chácara 9/DF-015

Lago Norte – Brasília – DF
contato@balsamospa.com.br

  • Bálsamo Spa
  • Bálsamo Spa